quarta-feira, 31 de outubro de 2012

Um exemplo para nos animar...

Bom dia, pessoas!!!

Não estou muito animada nas minha A.F e R.A mas busco forças todos os dias... Hoje a estagiaria de direito que trabalha comigo viu essa reportagem e me mandou ler, fico muito feliz quando vejo as pessoas conseguindo seus objetivos e fico triste comigo por não aproveitar e criar vergonha na cara de ir a luta com todas as armas. Essa semana não fiz quase nada direito :( 

Mas o importante é não desistir e depois de ler eu me animei novamente, o ano esta acabando e eu quero começar o ano com menos de 100 Kg...
Vamos a luta, urgente!!!


Yolanda Silveri, uma mãe solteira de 31 anos, professora em Douglasville, Geórgia, percebeu que precisava perder uns bons quilos e tomou uma atitude que pode parecer muito simples, mas que poucos conseguem levar adiante: cortou todos os seus maus hábitos, um de cada vez. 

"Eu estava obesa há muito tempo, mas o colegial foi especialmente difícil porque eu era a grandona entre as líderes de torcida. Quando nosso time visitava outras escolas eu ouvia os alunos dizendo ‘bum’ quando eu pulava, o que me deixava desolada. Minha família e meus amigos me diziam que eu tinha ‘ossos largos’ e isso era demais pra mim. Eu tentei muitos programas de dieta e exercício ao longo dos anos, mas minha perda de peso era sempre temporária. Eu comia para me confortar quando estava triste e como recompensa quando estava feliz", conta Yolanda. 


A foto chocanteYolanda conta que decidiu que precisava tomar medidas drásticas e mudar seu estilo de vida quando foi a uma reunião de reencontro da turma do colegial e viu as fotos depois. “Quando eu vi as fotos daquela noite, fiquei surpresa e envergonhada pelo quanto eu estava gorda perto de todo mundo.”, relatou. “Eu estava pesando 122 quilos. Foi aí quando eu percebi que precisava fazer alguma coisa sobre o meu peso, mas demorei alguns meses para começar”. Como a fé sempre foi uma parte muito importante na vida da professora, ela inovou e decidiu incorporá-la à estratégia para perder peso. “Eu resolvi recorrer à prece em vez da comida quando estava chateada ou estressada".

Motivação
Além da fé, Yolanda usou outro tipo de motivação: a televisão. "Meu programa de TV favorito era The Biggest Loser. Ver como os participantes treinavam duro me motivou a fazer exercícios.” Durante os comerciais, ela contava quantas vezes conseguia correr pela casa e depois tentava superar esse número no próximo intervalo, sempre se esforçando para se superar. 

Para mudar a dieta, ela fiz trocas simples em vez de contar calorias ou gramas de gordura: foi só substituir a carne vermelha por peito de peru e o leite integral pelo desnatado. Sanduíches com pão integral tomaram o lugar do pão branco e pudim de chocolate light tomou o do sorvete de chocolate. No geral, ela manteve uma dieta com baixo teor de gordura, incluindo frutas, vegetais, produtos integrais e proteínas magras como frango, peru e peixe. 

Sucesso!
Em cinco meses a professora perdeu 22 quilos e teve confiança para participar de um treinamento intensivo por seis semanas com as colegas de trabalho. “Naquele momento, eu desisti da comida processada e comecei a beber mais água. Para manter a linha, eu contava minhas calorias diárias (para corrigir a dieta além das trocas) depois as inseria em um aplicativo grátis chamado Calorie Counter no meu celular. Eu me pesava a cada dois ou três dias e fazia pequenas mudanças, inclusive ‘fechar a cozinha’ após as 19:30 para cortar os aperitivos e continuar indo em direção ao meu objetivo”, detalhou Yolanda. 
Graças aos exercícios e o treinamento, ela até fez uma nova descoberta: adorava correr. Para aproveitar essa nova paixão e fazer disso algo a seu favor, Yolanda entrou para o Clube de Corrida de Atlanta e fez a resolução de correr cinco quilômetros no ano novo. “Eu terminei o primeiro ano da minha aventura 38 quilos mais magra, e alcancei meu objetivo 1 ano e meio depois do dia em que comecei. Sempre que eu queria pular um exercício ou comer doces para aliviar o stress, eu pedia a Deus que me desse a força para resistir à tentação. Isso me ajudou a retomar o foco e voltar aos meus hábitos saudáveis".

Um segredinho de Yolanda
Presentei-se ou doe algo em troca. "Ao perder peso, eu doava minhas roupas largas para os pobres e comprava algumas roupas novas em brechós. Eu limitava as compras ao essencial para não ficar muito apegada a um tamanho específico até atingir minha meta na balança”, indicou. Assim, é possível fazer o bem e ainda curtir a perda dos quilos e o sacrifício com roupas novas.

"Minha melhor dica"

Yolanda aconselha a todas as pessoas que desejam perder peso encontrar maneiras criativas de continuarem ativas. "Eu organizei um grupo de corrida no recreio com os meus alunos para desafiá-los a fazer mais exercícios. Eles competem comigo em corridas no playground, e toda semana nós comparamos as distâncias percorridas".
Fonte: Yahoo! Shine




9 comentários:

Bel Manjericão disse...

Então, não desistir, né? E criar força para isso. Compartilhei essa mesma reportagem no grupo Boas Meninas, ainda há pouco, gostei muito!!

Ana C. disse...

Nossa que história mais tocante!
Me identifiquei com tanta coisa, a corrida tem transformado a minha vida também :D
Amei a inspiração!

Beijo Beijo

Kel disse...

Espetáculo de depoimento hein!
Nos dá ainda mais força porque conseguimos entender que É possível.
Beijos

Lucélia Mendes disse...

Boa tarde Vania, muito boa essa reportagem! É isso mesmo. Quanto ao seu processo você disse algo muito importante. Disse que essa semana vc não fez QUASE nada direito. Viu só?! QUASE nada, sinal que alguma coisa saiu bem!! Pega com FÉ e coragem menina tenho certeza que você é capaz!
Estou torcendo por você, vamos brindar a entrada de 2013 um pouco mais leve! Ainda que não seja no nosso peso ideal, mas que seja menos!
Beijos

http://papodemulheremaisumpouco.blogspot.com.br/

SraRedonda Oblog disse...

SUPER EXEMPLO OTIMA FONTE DE MOTIVAÇÃO!!

Dina disse...

Olá amiga, história inspiradora mesmo.. eu fico motivada lendo estes casos de sucesso no emagrecimento, isso só nos mostra o que sabemos, que com foco e determinação é possível sim... e não se preocupe amiga, devagar a gente tbm vai chegar lá... tbm tem dias que perco a linha com carretel e tudo, mas volto prq sei que se me esforçar mais irei conseguir... afinal tantas pessoas conseguem... vamos juntas tentar?... bejo bejo pra vc e linda tarde.

Ca Duducha disse...

Que história bacana. Me motivou!

Um abraço de ursa!

Lyh Kirchner disse...

Amei a história da Yolanda. Vou aderir ao fechar a cozinha, nem que seja apenas pra mim!
Valeu por compartilhar, dá muito animo ler sobre conquistas, metas alcaçadas!
Beijos

Me reinventando... disse...

Amiga, tenho selinhos pra você lá no meu blog... beijossssssss

Postar um comentário